Transporte em Buenos Aires

O artigo de hoje é apenas sobre as opções de transporte na capital argentina.

Hoje eu afirmo com certeza… O transporte portenho pode servir de exemplo para muitas cidades brasileiras. Conhecemos Buenos Aires no melhor estilo mochilão, utilizando os meios de transportes possíveis como ônibus, metrô e em raras ocasiões os taxis.

Todas as vezes em que pegamos metrô e ônibus tivemos muito espaço disponível para sentar e deixar nossas mochilas. E tudo por um custo bem acessível.

 

Metrô Argentino
Metrô Argentino

Mas vamos falar mais sobre o Subte, o sistema de transporte criado em 1913 na capital argentina, que foi o primeiro sistema de trens subterrâneos no hemisfério sul. Como era de se esperar, existem estações de metrô em Buenos Aires que merecem alguns minutos a mais de atenção. Como algumas estações estão em funcionamento desde a criação das linhas de metrô, existem alguns mini-museus em algumas delas, contando um pouco sobre a história das estações e até da Argentina (Final norte da linha D por exemplo).

Em toda a nossa estadia em Buenos Aires ficamos 8 dias e gastamos cerca de 130 pesos com o cartão do Subte. A título de comparação, este valor é equivalente a metade de uma diária em um hostel de boa qualidade. Ou então o valor de uma corrida de taxi do Centro até o Palermo. E estes créditos eram válidos para trens, metrôs e ônibus.

Então, pra mim pelo menos não há dúvida… Se você for ficar mais de 3 dias em Buenos Aires, vale a pena a aquisição do cartão do Subte.

Utilize os mapas abaixo para analisar as linhas de metrô, ou então acesse a página do site oficial!

Mapa Subte Buenos Aires
Mapa Subte Buenos Aires

O melhor de tudo isso, é que o transporte de Buenos Aires, seja através de metrô ou ônibus, funciona, e funciona muito bem mesmo. Dificilmente se veem pessoas se empurrando para entrar em um metrô. E é tudo limpo, sinalizado e no horário.

Basta entrar no metrô e você sai do outro lado da cidade em segurança.

IMG_20140819_172122
Trem em Palermo

Agora, falando em mobilidade na capital argentina, e para finalizar este artigo vai uma dica importante!

Dica

Você tem dificuldade em atravessar uma avenida gigante como a Avenida Corrientes (avenida do Obelisco)? Muito simples, utilize o túnel secreto que atravessa a rua por baixo do Obelisco!

Só descobrimos este atalho por acaso nos últimos dias. Existem diversas lojas neste túnel, é você sai do outro lado e fica olhando o pessoal esperando meia hora pra atravessar… Pobres humanos sem conhecimento do túnel secreto!!!

O que achou da dica e desse relato? Comenta aí 🙂

Aproveite também para se inscreva-se na nossa newsletter!

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *